4 março

Esclarecimento

Fundação Nosso Lar

Na reportagem exibida ontem (03/03) na primeira edição do telejornal Paraná TV sobre a abertura de inscrições para contratação de mãe social e cadastramento de famílias acolhedoras pela Fundação Nosso Lar, na abertura da matéria é dito: “Estão abertas as inscrições para os casais interessados em adotar crianças que estão longe das famílias e vivem em abrigos aqui da cidade”. Por conta desta informação a Fundação Nosso Lar vem recebendo ligações de pessoas interessadas em adoção de crianças, o que não é o objetivo da instituição, assim, segue esclarecimento:

O Programa Família Acolhedora capacita e acompanha famílias que acolhem em suas casas, por um período de tempo determinado, uma criança ou adolescente, ou um grupo de irmãos, garantindo a convivência familiar e o seu desenvolvimento em um ambiente saudável. A possibilidade de viver com uma família faz com que o tempo de abrigamento da criança se torne menos traumático, pois a criança ou adolescente passa a contar com um ambiente familiar mais individualizado do que uma casa-lar que, embora tente se aproximar da estrutura de um lar, continua sendo uma instituição de abrigo.

É importante ressaltar que não estamos falando em ADOÇÃO. Ainda que o acolhimento familiar seja feito através das vias legais pelo fórum (Vara da Infância e Juventude) o cadastramento e preparação das famílias podem ser feito por uma instituição de abrigo. O processo de adoção inicia e termina no Fórum, na Vara da Infância e Juventude, e as pessoas interessadas devem procurá-lo através do telefone 3026.1505, onde serão orientadas.

Roseli Schuster

Coordenadora do Programa Família Acolhedora da Fundação Nosso Lar

Deixe um comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.