1 março

Seleção de pais sociais e famílias acolhedoras

Fundação Nosso Lar

logo_fnlA Fundação Nosso Lar, instituição que acolhe crianças e adolescentes em regime de casas-lares, está com inscrições abertas para casais ou mulheres que queiram ser mães sociais e famílias que desejem se cadastrar no Programa Família Acolhedora.

Os casais ou mulheres que queiram ser mães sociais deverão ter a disponibilidade para morar na casa-lar e terem aptidões para cuidar de crianças com necessidades especiais. A seleção será feita através de entrevistas previamente agendadas na sede da instituição com a equipe técnica da Fundação.

A mãe social é uma atividade prevista pela lei  nº 7.644, desde 1987, e tem garantida todos os direitos trabalhistas da CLT, como anotação na Carteira de Trabalho e Previdência Social, repouso semanal remunerado de 24 horas consecutivas, 30 dias de férias anuais remuneradas, décimo terceiro salário e Fundo de Garantia do Tempo de Serviço.

A função dos pais ou mãe social é ser cuidador e educador, proporcionando o convívio familiar às crianças e adolescentes, acompanhando as suas atividades diárias como escola, cuidados pessoais, alimentação, horários, atividades de contra turno, cursos, médico, vacinas, lazer, além de administrar o lar, realizando e organizando as tarefas.

Família Acolhedora

O Programa Família Acolhedora capacita e acompanha famílias que acolhem em suas casas, por um período de tempo determinado, uma criança ou adolescente, ou um grupo de irmãos, garantindo a convivência familiar e o seu desenvolvimento em um ambiente saudável. Isto não significa que a criança ou adolescente vai passar a ser “filho” da família acolhedora, mas que vai receber afeto e convivência desta outra família até que a situação de abrigamento possa ser resolvida.

A convivência em famílias acolhedoras permite, segundo a diretora da Fundação Nosso lar, Ivania Ferronatto, que “o tempo de abrigamento da criança se torne menos traumático, pois a criança ou adolescente passa a contar com um ambiente familiar mais individualizado do que uma casa-lar que, embora tente se aproximar da estrutura de um lar, continua sendo um abrigo institucional”.

Tanto para função de pais sociais, como para as famílias acolhedoras, a Fundação Nosso Lar presta o apoio técnico e administrativo, e acompanhamento psicosocial para o desempenho das funções, além de ciclos de capacitação constantes.

O agendamento das entrevistas por parte dos interessados poderá ser feito na sede da entidade, na Rua Ernesto Keller, 388, no Jardim Eliza, ou ainda pelo telefone 3025 2440.

2 comentários para “Seleção de pais sociais e famílias acolhedoras”

  1. iramarcia santos disse:

    como eu faço para participar do familia acolhedora sou moradora do rj por favor me informe

  2. Procure se informar no seu Município se existe e quem é o responsável pelo programa. A Secretaria de Assistência Social é um dos órgãos que pode lhe informar.

    Abraços

Deixe um comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.