Arquivo de dezembro de 2010

14 dezembro

Por uma infância sem racismo

Fundação Nosso Lar
Unicef realiza campanha contra o racismo

Unicef realiza campanha contra o racismo

A discriminação racial persiste no cotidiano das crianças brasileiras e se reflete nos números da desigualdade entre negros, indígenas e brancos.

Com a campanha Por uma infância sem racismo, o UNICEF e seus parceiros fazem um alerta à sociedade sobre os impactos do racismo na infância e adolescência e sobre a necessidade de uma mobilização social que assegure o respeito e a igualdade étnico-racial desde a infância.

Baseada na ideia de ação em rede, a campanha convida pessoas, organizações e governos a garantir direitos de cada criança e de cada adolescente no Brasil.

Assista ao vídeo

7 dezembro

Convite

Fundação Nosso Lar

convite caia(6)Clique na imagem para ampliá-la

7 dezembro

CAIA 10 anos

Fundação Nosso Lar
O CAIA completará 10 anos

O CAIA completará 10 anos

Na próxima sexta-feira (10), a partir das 10 horas,  o Centro de Atenção Integral ao Adolescente – CAIA estará lançando oficialmente as comemorações aos seus 10 anos de existência. Durante todo o ano de 2011 o CAIA manterá atividades para marcar este evento. O CAIA é mantido pela Sociedade Civil Nossa Senhora Aparecida – SCNSA, instituição parceira da Fundação Nosso Lar em vários projetos.

O CAIA fica na Av. Morenitas, 2047, na Região do Porto Meira e atende cerca de 300 pré-adolescentes e adolescentes entre 9 e 17 anos.

7 dezembro

Encerramento de ano

Fundação Nosso Lar

No início de dezembro a Fundação Nosso Lar promoveu o encerramento das atividades de 2010 com algumas das famílias acompanhadas pela entidade. O casal italiano, Enrico e Liliana, amigos da Fundação, em visita ao Brasil, participou da confraternização, dizendo-se  “muito felizes ao encontrar os ‘bambinos’ agora com suas próprias famílias”.

Foi um momento de reencontro, com direito a bolo e presentes, mas também foi um momento de reconhecer as necessidades das famílias em relação a situação de desemprego, falta de creche, dificuldades de dar aos filhos o necessário para buscar um futuro diferente.

Para a diretora de projetos da FNL, Ivania Ferronatto, todos estes fatores “fortalecem a certeza de que a família que não é cuidada, não tem condições de cuidar”, por isso “é necessário investir na família, na comunidade e também nos ‘cuidadores’”.

Ivania destacou que este será o desafio da Fundação Nosso Lar em 2011: “intensificar o trabalho com as famílias, tanto as acolhedoras, quanto as e de origem, oferecendo o Programa de Consultoria e Capacitação Permanente, incluindo o projeto ‘Cuidar de quem Cuida’, conclusão e publicação da pesquisa ‘Cresci no Abrigo, e agora?’ e atendimento e proteção jurídica a crianças e adolescentes que tenham seus direitos violados através do Centro de Defesa da Criança e do Adolescente – Cededica”.

A diretora da FNL aproveitou para agradecer “a todos os parceiros que têm acompanhado e apoiado a instituição, em todos estes anos de luta pela defesa e garantia dos direitos das crianças, adolescentes e famílias, principalmente neste ano de 2010, cujas mudanças ensinaram que ‘Não existe um novo caminho, e sim uma nova forma de caminhar’”. Ivania encerrou, dizendo esperar continuar contando com este apoio nesta nova etapa do caminho.

Confira as imagens:

encerramento_familias01encerramento_familias02encerramento_familias03encerramento_familias04encerramento_familias05encerramento_familias06encerramento_familias07encerramento_familias08

7 dezembro

Criando ideias

Fundação Nosso Lar
Boletim Criando Ideias

Boletim Criando Ideias

O Boletim Criando Ideias é um informativo institucional da  Recriar Família e Adoção.  clique aqui para acessar o boletim.

7 dezembro

Plano Nacional pela Primeira Infância

Fundação Nosso Lar
PNPI será lançado hoje

PNPI será lançado hoje

O lançamento do Plano Nacional pela Primeira Infância (PNPI) acontece hoje (07), às 14h30, na sede da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), em Brasília.

O Plano será entregue posteriormente ao Governo Federal como proposta de ações e metas a serem realizadas até 2022 na área dos direitos das crianças de até seis anos de idade.

O documento estabelece diretrizes que o País deverá seguir para que sejam cumpridas as determinações da Constituição Federal, do Estatuto da Criança e do Adolescente, das leis setoriais de educação, saúde, assistência, cultura e de outros setores que dizem respeito ao público infantil.

Leia mais em http://primeirainfancia.org.br/

6 dezembro

Cresci no Abrigo, e agora?

Fundação Nosso Lar
Roseli Schuster (esquerda) e Leandra da Rosa (direita) realizam a pesquisa “Cresci no Abrigo, e agora?”,

Roseli Schuster (esquerda) e Leandra da Rosa (direita) realizam a pesquisa “Cresci no Abrigo, e agora?”

As psicólogas Roseli Schuster e Leandra da Rosa estão em fase de conclusão da pesquisa “Cresci no Abrigo, e agora?”, desenvolvida pela Fundação Nosso Lar. A pesquisa traça o perfil dos egressados da instituição, no intuito de conhecer melhor a realidade e as reais necessidades destes jovens, além de fazer um levantamento completo de todas as crianças e adolescentes que passaram pela FNL. O trabalho, depois de concluído, deverá ser editado pela Fundação Nosso Lar.

Leia texto preliminar da pesquisa, publicado na Revista Criança e Adolescente. Clique aqui

3 dezembro

Terapia Comunitária

Fundação Nosso Lar

A diretora de projetos da FNL participou, no final de novembro, de um curso de capacitação na localidade de Ocas do Índio, em Fortaleza, Ceará. O curso “Trabalhando o Trauma e o Estresse” teve como objetivo apresentar novas ferramentas psico-corporais para profissionais da área de saúde, educação e assistência social de todo o pais.

Tendo como facilitador o psicólogo Nehemias Tavares, o curso foi promovido pelo Movimento Integrado de Saúde Mental Comunitária  - MISMC e teve o apoio da Pró-Reitoria de Extensão da Universidade Federal do Ceará.

Para o psiquiatra Adalberto Barreto, coordenador do MISMC,  ”a Terapia Comunitária é um instrumento que permite construir redes sociais solidárias de promoção da vida e mobilizar os recursos e as competências dos indivíduos, das famílias e das comunidades. Procura suscitar a dimensão terapêutica do próprio grupo valorizando a herança cultural dos nossos antepassados indígenas, africanos, europeus e orientais, bem como o saber produzido pela experiência de vida de cada um”.

Visite o Site: www.4varas.com.br

Confira as imagens

terapia01terapia02terapia03terapia04terapia05terapia06terapia07terapia08terapia09terapia10terapia11terapia12terapia13terapia14

terapia15

2 dezembro

Enfrentamento à Violência Sexual Infanto-Juvenil

Fundação Nosso Lar
Encontro Regional de Revisão do Plano Nacional de Enfrentamento à Violência Sexual Infanto-Juvenil

Encontro Regional de Revisão do Plano Nacional de Enfrentamento à Violência Sexual Infanto-Juvenil

Representantes dos três estados da região Sul do país participaram, no início de novembro, do Encontro de Revisão do Plano de Enfrentamento à Violência Sexual Infanto-Juvenil, em Curitiba.

O evento teve como objetivo reunir e sistematizar as recomendações e experiências das diversas instâncias de enfrentamento à violência sexual que atinge meninas e meninos nessa parte do país. A diretora de projetos da FNL, Ivania Ferronatto, participou do Encontro como convidada e a jovem Laudelina da Silva Vargas foi como representante juvenil da Guarda Mirim de Foz do Iguaçu e da Fundação Nosso Lar.

1 dezembro

Política Nacional e Plano Decenal DCA

Fundação Nosso Lar
Lazzarini, diretor da FNL, fala no Seminário Regional DCA

Lazzarini, diretor da FNL, fala no Seminário Regional DCA (Foto: Assessoria)

A Fundação Nosso Lar participou, no início de outubro, do quarto Seminário Regional do Fórum Nacional DCA para discutir a Política Nacional e o Plano Decenal DCA. O seminário reuniu cerca de 100 representantes dos Fóruns Estaduais DCAs do Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, em Florianópolis (SC).

Foram abordados temas como a análise de conjuntura, a incidência do movimento da infância e adolescência na Política Nacional de Promoção, Proteção e Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente e a tendência de assistencialização dos direitos humanos de crianças e adolescentes.

O seminário foi um espaço para que a sociedade civil influencie incisivamente na construção da Política Nacional e do Plano Decenal DCA, uma vez se tratar de uma política pública que requer que as forças sociais se façam presentes na perspectiva de uma política e um plano efetivo na garantia de todos os direitos humanos de crianças e adolescentes, assim como no combate e responsabilização das violações.