Arquivo de março de 2010

31 março

Redução da Maioridade Penal

Fundação Nosso Lar

mobiliza

A articulação de entidades de defesa dos direitos da criança e do adolescente, entre elas o Fórum Nacional DCA, e a Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente do Congresso nacional conseguiu evitar a colocação em pauta dos projetos que reduzem a idade penal. O deputado federal Eliseu Padilha (PMDB-RS), presidente da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC), pretendia colocar em votação os 21 projetos que propõem a redução da idade penal e que têm como relator o deputado federal Marcelo Itagiba (PMDB-RJ). Seu argumento era o de que seria necessário colocar em votação projetos que estão “parados”.

Leia mais

(Fonte: Fórum Nacional DCA)

31 março

Anatomia dos Homicídios no Brasil

Fundação Nosso Lar

homicidios

Homicídios se concentram em homens, jovens, negros e pobres

Agência Brasil

Homens com idade entre 15 e 24 anos, negros e pobres são as maiores vítimas de violência no Brasil. A conclusão consta do estudo Mapa da Violência 2010 – Anatomia dos Homicídios no Brasil divulgado ontem (30), em São Paulo, pelo Instituto Sangari que analisa dados coletados entre os anos de 1997 e 2007. Segundo o estudo, em mais de 92% dos casos de homicídios no Brasil as vítimas são homens. Em 2007, por exemplo, para cada mulher vítima de homicídio no país, morreram 12 homens. Neste mesmo ano, faleceram 3.772 mulheres e 43.886 homens.
Os maiores índices de mortes violentas também estão concentrados na população jovem, entre 15 e 24 anos. Só no ano de 2007 mais de 17,4 mil jovens foram assassinados no Brasil, o que representou 36,6% do total ocorrido no país. O estado que apresentou o maior crescimento na taxa de assassinatos de jovens entre 1997 e 2007 foi Alagoas, que passou de 170 mortes em 1997 para 763 mortes dez anos depois (crescimento de 348,8%). Por outro lado, São Paulo foi o estado que apresentou a maior queda (-60,6%), passando de 4.682 mortes em 1997 para 1.846 óbitos em 2007.
As maiores vítimas de violência no país também são os negros. Morrem proporcionalmente duas vezes mais negros do que brancos no Brasil. Enquanto o número de vítimas brancas caiu de 18.852 para 14.308 entre os anos de 2002 e 2007, o de negros cresceu de 26.915 para 30.193.

mapa_violencia_estados
Clique na tabela para ampliá-la

31 março

Mapa da Violência

Fundação Nosso Lar

mapa_violencia_2010_brMapa da Violência 2010  – Anatomia dos Homicídios no Brasil

Esta edição aprofunda a análise dos dados gerais e traz um recorte especial de gênero e cor/raça. As constatações das desigualdades são uma grande contribuição para o debate sobre as questões sociais brasileiras e oferecem uma luz para a elaboração de políticas públicas.

Download  Mapa da Violencia 2010

mapa_violencia_2008 Mapa da Violência dos Municípios Brasileiros 2008

Versão para web

Contém dados sobre a evolução das taxas de mortalidade nos 5.564 municípios brasileiros causadas por: homicídios na população total; homicídios na população jovem (de 15 a 24 anos); acidentes de transporte; e uso de armas de fogo.

Download Mapa da violencia dos Municipios

mapa_violencia_latino Mapa da Violência: Os Jovens da América Latina 2008

Analisa a mortalidade causada por homicídios, pelo uso de armas de fogo, por suicídios e por acidentes de transporte, com foco nos óbitos juvenis (de 15 a 24 anos) em 83 países do mundo, principalmente em 16 países da América Latina.

Download Mapa da Violencia America Latina

30 março

Para pensar

Fundação Nosso Lar

Paulo Freire

“Não é no silêncio que os homens se fazem, mas na palavra, no trabalho, na ação-reflexão”. (Paulo Freire - 1921 / 1997, educador, pedagogo e pensador).

30 março

Orquestra dos Meninos

Fundação Nosso Lar

orquestra-dos-meninos-poster

Com Murilo Rosa (Mozart Vieira) e Priscila Fantim (Creusa), o filme conta a história real de Mozart Vieira que desde cedo sentia forte vocação para música. Imbuído deste sentimento, Mozart encontra na música, a saída para sua ação artística social criando a Orquestra dos Meninos, apesar da grave seca que assola o nordeste. Sua fundação ganha grande repercussão e os holofotes despertam o ódio dos coronéis locais. Surgem ameaças e ataques. A sede da Fundação é invadida e o menino Erinaldo (Artur Costa) é seqüestrado, caso que acaba transformando-se em escândalo nacional, mas o delegado da cidade de Olinda afirma que foi armado por Mozart para promover sua Orquestra. Um movimento de artistas liderados por Ivan Lins, Fagner, Gilberto Gil e outros faz um abaixo-assinado a favor de Mozart e através de ação na Justiça, a Orquestra recupera o prédio da Fundação. O maestro e sua Orquestra voltam a São Caetano nos braços da multidão e tocam na praça da cidade.

Assista ao trailer

26 março

Reunião da Rede

Fundação Nosso Lar

100326reurião_rede 048

Proteger – Rede de Proteção Integral à Criança e ao Adolescente na Tríplice Fronteira (foto: Abilene Rodrigues)

Representantes de instituições ligadas à Rede Proteger (Rede de Proteção Integral à Criança e ao Adolescente na Tríplice Fronteira) estiveram reunidos hoje (26), pela manhã e parte da tarde, no Refúgio Biológico Bela Vista de Itaipu. Foram discutidos temas como o Encontro Latino-americano de Acolhimento Familiar, que deverá ser realizado em Foz do Iguaçu em setembro, em conjunto com a RELAF (Rede Latino-americana de Acolhimento Familiar), e foram traçadas prioridades e metas das comissões temáticas, nas áreas do direito à convivência familiar, dependência química de crianças e adolescentes, eventos e comunicação, fortalecimento institucional e educação.

Prestigiaram a reunião o Diretor Geral Brasileiro da Itaipu Binacional, Jorge Samek e o Assistente da Diretoria Geral da Itaipu, Joel de Lima. A reunião foi coordenada por Giuliano Inzis, da Sociedade Civil Nossa Senhora Aparecida, atual coordenador da Rede.

Confira as imagens (fotos: Carlos Luz)

100326reuriao_rede 006100326reuriao_rede 008100326reuriao_rede 011100326reuriao_rede 023100326reuriao_rede 028100326reuriao_rede 040100326reuriao_rede 046

25 março

SOS Criança e Adolescente

Fundação Nosso Lar

site_sos

A Dra. Rosarinha Bastos, de Mato Grosso, mantém o site SOS Criança e Adolescente. Rosarinha é Advogada, Operadora do Direito, Assessora e Consultora Jurídica na Área de Família (ênfase na Infância e Adolescência) e Direito Público, Professora, Capacitadora, Palestrante e Conferencista. Desenvolve pesquisa nas áreas de Violência Contra a Criança e o Adolescente: Exploração Sexual Infanto-Juvenil – Prostituição Infantil; Adoção Nacional e Internacional; Trabalho Infantil e Terceiro Setor;

Visite o site

25 março

Famílias Acolhedoras

Fundação Nosso Lar

reunião_famílias_acolhedoras

No último dia 15 de março a equipe técnica dos Programas Guarda Subsidiada e Família Acolhedora da Fundação Nosso Lar esteve reunida com as famílias participantes desses programas para avaliação e troca de experiências. As reuniões acontecem mensalmente na sede da FNL. No dia 16, a equipe teve a primeira reunião com novos candidatos aos programas e também a pais sociais. A reunião faz parte do processo de seleção aberto no mês passado. A próxima etapa será a avaliação psicológica individual dos candidatos.

9 março

As meninas e o Dia Internacional da Mulher

Fundação Nosso Lar

meninas_dia_da_mulher

Na semana do Dia Internacional da Mulher, o Portal Pró-Menino publica um Especial para falar das meninas e de seus direitos de criança e de adolescente.
Duas reportagens especiais falam das fragilidades e particularidades das meninas em duas questões bastante sensíveis: o ambiente on-line e as medidas socioeducativas.

Para lidar com a vulnerabilidade das meninas que usam tecnologias de comunicação, uma pesquisa está on-line para conhecer esses riscos do ponto de vista delas mesmas. O questionário está disponível no site da organização que realiza a pesquisa e o desafio agora é fazer com que o maior número possível de meninas e meninos, dos mais diferentes perfis socioeconômicos, apontem o seu ponto de vista sobre as situações que vivenciam nos meios digitais.

Em outro universo estão as meninas em conflito com a lei. Minoria absoluta entre adolescentes que cometem atos infracionais no País, elas precisam de um acompanhamento específico em ambientes ainda mais embrutecidos e marcados por paradigmas masculinos como a violência.
Leia essas reportagens e outros materiais sobre o tema clicando aqui.

4 março

Correção

Fundação Nosso Lar

correcao cópia


Estão abertas as inscrições para casais acolherem crianças em casa.

Clique aqui para assistir o vídeo